Páscoa

A Páscoa é uma celebração religiosa que possui espaço no calendário cristão e judaico. No cristianismo remete à crucificação, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Já a comemoração judaica, que deu origem a festividade cristã, é nomeada pessach (passagem) e faz homenagem à libertação dos hebreus da escravidão no Egito.

 

Celebração Judaica

A Pessach é comemorada por ordem de Javé e inicia-se com o Sêder: jantar familiar para celebrar a libertação, realizado dentro de uma estrutura litúrgica, na qual é feita a leitura do Hagadá, livro que contém a história de libertação dos hebreus. O consumo dos alimentos possui ordem específica, tendo cada um, uma simbologia. Durante a pessach, os judeus não consomem nenhum alimento fermentado.


Celebração Cristã

Os cristãos preparam-se para a Páscoa com a Quaresma, que faz referência aos 40 dias em que Jesus Cristo esteve no deserto, se inicia na Quarta-feira de Cinzas e vai até o Sábado de Aleluia, e é um período de meditação, oração e jejum, com o objetivo de fortalecimento ou o despertar para a espiritualidade.

 

A semana que antecede a Páscoa é conhecida como Semana Santa. Ela começa no Domingo de Ramos, segue até a Sexta-Feira Santa (dia da crucificação e morte de Jesus) e termina no Domingo de Páscoa, quando se celebra a ressurreição de Cristo.

 

A Páscoa também é o tempo em que cristãos renovam sua fé e seu compromisso de viver de acordo com os ensinamentos de Cristo.


Coelho e Ovos 

A celebração atual possui símbolos como o coelho da páscoa e ovos. Segundo a teoria mais conhecida, esses símbolos foram adquiridos ao longo dos anos por influências pagãs. Acreditava-se que coelhos e ovos representavam a fertilidade de diferentes povos e conforme os povos foram sendo cristianizados, os símbolos foram agregados à comemoração.

 

Existe ainda a teoria que associa o coelho com uma deusa da mitologia germânica, chamada de Ostara ou Eostre, conhecida como deusa da fertilidade. Ostara teria transformado um pássaro em coelho para divertir crianças.

 

Independente da religião, crença ou símbolos, que prevaleça a essência da celebração. Renascimento, recomeço e esperança. É o que desejamos a todos.

 

Feliz Páscoa!