Cont com a gente para não ter que se preocupar com o leão.

19/04/2017

 Faltam poucos dias para o encerramento do prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física!

 

A seguir destacamos dicas importantes para que você não tenha que se preocupar em cair na malha fina da Receita Federal:

 

1) Antes de começar, verifique com base em sua última declaração se você já possui todas as informações que irá usar para a elaboração de sua declaração, tais como:

  • Informes de rendimentos de todos os lugares que você trabalhou em 2016;

  • Informes de rendimentos de todos os bancos que possuía contas em 2016;

  • Notas fiscais de corretagem referente à compra e vendas de ações;

  • Informes de rendimentos de seus dependentes e cônjuges (se declarar em conjunto); CPF de seu dependente se for maior que 12 anos;

  • Contratos sociais das empresas em que possuem participações societárias;

  • Escrituras de imóveis, notas fiscais de reformas e notas fiscais de veículos;

  • Notas fiscais ou recibos de despesas médicas e extrato de gastos com educação;

  • Identificar se além das informações declaradas anteriormente se há novas fontes ou informes a serem levantados.

2) Compare os dois modelos de declaração a completa e a de desconto simplificado escolha a que melhor se encaixa para a sua situação, caso tenha dúvidas entre em contato com a nossa equipe;

 

3) Informe todos os seus rendimentos; Médicos residentes devem declarar sua Bolsa Residência;

 

4) Atente-se para que um mesmo dependente não seja declarado em duas declarações diferentes;

 

5) Cuidado ao digitar os valores de despesas dos informes para que o cruzamento de informações na Receita Federal seja feito automaticamente, principalmente os CPFs e CNPJ precisam estar corretos;

 

6) Na hipótese de haver livro caixa / Carnê Leão, é obrigatório informar o número do CPF de seus pacientes e identificar o beneficiário dos serviços;

 

7) Declare apenas despesas que possam ser comprovadas mediante documentação;

 

8) Atente-se às rescisões de contrato de trabalho;

 

9) Declare também heranças, empréstimos e doações;

 

10) Acompanhe a sua situação patrimonial, lembre-se que os valores declarados devem conter respaldo legal para justificar sua evolução patrimonial e manutenção do custo de vida.

 

Evite multas, não deixe para a última hora!

 

Posteriormente, acompanhe o processamento de sua declaração pelo site da Receita Federal.

 

Caso necessite de orientação profissional entre em contato com a gente.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Escolha abaixo a melhor forma para você falar com a gente!

FALE CONOSCO

Rua Cincinato Braga, 37, conj. 101, 10º andar Bela Vista/SP - 01333-011 - Brasil

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • team_viewer
  • area segura