Sete dicas sobre gestão financeira em momentos de crise

08/05/2020

Diante da atual crise sanitária, os empreendedores da área da saúde precisam planejar o quanto antes a mudança de cenário nos atendimentos em consultórios e clínicas particulares. Impactos no fluxo de caixa exigem tomadas rápidas de decisão, por isso, reunimos sete dicas que merecem atenção no enfrentamento desta pandemia.

 

1. Atenção às medidas do governo: para dar mais capital de giro aos negócios, o governo suspendeu por três meses o prazo para empresas pagarem o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e também, pelo mesmo período, a parte referente à parcela da União no Simples Nacional.

 

2. Implemente a telemedicina: com a possibilidade de atendimento por teleconferência, consulte os planos de saúde e pacientes sobre a viabilidade desta prática para o seu negócio.

 

3. Fluxo de caixa em tempos de crise: com a queda no número de atendimentos, é importante projetar os possíveis cenários para geração de receita. Além da telemedicina citada acima, ampliar os canais de comunicação é outra forma de captar e reter pacientes. É necessário também realizar a atualização do fluxo de caixa, com a possibilidade de negociar despesas para equilibrar as saídas com a entrada menor no período. Novos investimentos devem esperar. 

 

4. Gestão de recursos humanos: mudanças no padrão de atendimento exigem flexibilidade nos turnos de trabalho e corte de horas extras. O home office pode ser empregado nas funções administrativas.  

 

5. Gastos fixos e variáveis: em tempos incertos, a maior preocupação é com os gastos fixos, como aluguel e folha de pagamento. Mas é preciso entender a soma de cada categoria para chegar ao montante que será necessário para manter sua estrutura no caso de queda de receita.

 

6. Renegocie o aluguel: como os gastos fixos preocupam, o aluguel volta a ser citado como possibilidade de renegociação. Os donos de imóveis comerciais podem preferir reduzir o valor para garantir a renovação de contratos e pagamentos em dia. 

 

7. Evite novas dívidas: ao optar por empréstimos, estude o peso que as parcelas terão no fluxo de caixa mais tarde. Na falta de outra opção, busque por taxas menores e carência maior. 

 

Precisa de apoio no gerenciamento do seu negócio nesta crise? Cont com a gente!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Escolha abaixo a melhor forma para você falar com a gente!

FALE CONOSCO

Rua Cincinato Braga, 37, conj. 101, 10º andar Bela Vista/SP - 01333-011 - Brasil

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • team_viewer
  • area segura